Proposta do BNB também garante direitos

Seguindo o exemplo dos outros bancos públicos, a direção do Banco do Nordeste do Brasil também apresentou uma proposta de acordo para as reivindicações específicas na reunião com a Comissão Nacional dos Funcionários, realizada nesta segunda-feira (27/8), em Fortaleza (CE). 

No encontro, o sexto da campanha nacional 2018, o BNB reafirmou o compromisso de seguir a proposta oferecida pela Fenaban no que se refere a reajuste salarial, benefícios e piso, além de confirmar a realização de concurso público ainda este ano para nível médio e nível superior (tecnologia da informação).

A proposta apresentada pelo banco garantiu ainda todos os direitos conquistados no Acordo Coletivo, além de alguns avanços.

Na cláusula referente a acompanhamento de filho menor de 14 anos ao médico, o Banco propôs a flexibilidade na utilização do benefício com a substituição do atual modelo de concessão em dias para concessão em horas, sendo 12h em caso de jornada de trabalho de 6h ou 16h em casos de jornada de 8h.

O Banco propõe ainda o seguro de vida em grupo de acordo com a Fenaban e se compromete a aderir ao programa de prevenção de conflitos no ambiente de trabalho.

Quanto ao adiantamento emergencial para afastados por licença saúde, o BNB propõe aumentar de 80% para 100%, sem desconto para os casos que forem indeferidos pelo INSS.

Com relação ao auxílio funeral, o BNB seguirá a Fenaban, o que permitirá o pagamento do benefício cumulativamente ao pecúlio concedido pela Capef.

Após sucessivas cobranças dos trabalhadores na mesa permanente de negociação, o Banco concordou em aumentar o valor das diárias a serviço no percentual de 22,79%. Com relação às férias, o Banco deixará facultado ao funcionário o fracionamento em até três períodos e àqueles com idade superior a 50 anos será permitido o parcelamento e a antecipação das férias.

A PLR 2018 seguirá o módulo Fenaban, ficando garantido também o percentual de 3% linear a título de PLR Social. Os valores serão limitados a 25% do valor destinado à distribuição dos dividendos do exercício. Quanto ao adiantamento da PLR, o Banco vai antecipar 50% do valor no mesmo dia assegurado pela Fenaban, 20 de setembro.

A folha salarial será paga dia 19/9, já com reajuste salarial e a 13ª Cesta Alimentação também obedece o calendário da Fenaban (30/11).

Além disso, após debate durante a reunião e cobrança por parte do Comando Nacional, os funcionários garantiram ainda a prorrogação do expediente aos funcionários com idade superior a 65 anos e às funcionárias com mais de 60 anos. Também a pedido das entidades representativas dos trabalhadores, o Banco autorizou a ampliação do prazo para pagamento da contribuição retroativa da Camed, de forma facultativa, de seis para dez meses.

Reunido após a negociação, o Comando Nacional considerou positiva a proposta, diante da atual conjuntura de retirada de direitos orquestrada pela reforma trabalhista. “A proposta apresentada pelo BNB vai no sentido dos demais bancos públicos no que diz respeito à manutenção de direitos e ainda com alguns avanços”, avaliou Tomaz de Aquino, coordenador da CNFBNB e diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará.

Confira os principais pontos da proposta:

– Segue a Fenaban: reajuste salarial, benefícios, piso, seguro de vida em grupo, PLR, adiantamento da PLR, protocolo para prevenção de conflitos no ambiente de trabalho, 13ª Cesta Alimentação e auxílio funeral;

– Licença para acompanhamento de filho menor de 14 anos ao médico: flexibilidade do atual modelo para até 16h, dependendo da jornada do funcionário;

– Adiantamento emergencial para afastados por licença-saúde: aumento de 80% para 100%;

– Diárias a serviço: elevação de 22,79% para diárias a serviço e de treinamento;

– Realização de dois concursos públicos, nível médio e superior;

– Parcelamento facultativo de férias em até três períodos;

– Prorrogação de expediente para funcionários com mais de 60 anos (mulheres) e 65 anos (homens);

– Ampliação facultativa para 10 meses do prazo para pagamento retroativo da Camed.

Com informações do Sindicato dos Bancários do Ceará