Dia Nacional em Defesa das Empresas Públicas

A quinta-feira, 5 de julho, será de mobilização para os trabalhadores brasileiros. Diversas categorias profissionais se unirão em um Dia Nacional de Luta em Defesa das Empresas Públicas e da Soberania Nacional. O objetivo é lutar contra ações do governo golpista que quer privatizar o patrimônio público.

A data foi definida após reunião, realizada na sexta-feira (29/6), do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas com representantes da Caixa, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Embrapa, eletricitários, petroleiros, metroviários de Minas, além de representantes de quatro centrais sindicais – CUT, CTB, Intersindical e UGT e de entidades como Contraf, Fenae, Anabb, Afbnb, Fenag e Aneac.

O Comando Nacional dos Bancários também aderiu ao dia de luta e orienta a categoria a realizar atividades em todo o país, para denunciar as manobras do governo Temer contra os interesses do povo brasileiro.

A certeza de que a luta é a única forma de impedir os desmandos dos golpistas, foi reforçada após a liminar obtida pela Contraf e Fenae no STF impedindo privatizações sem a autorização do Legislativo.