Sindicato dos Bancários de Jequié e Região completa 35 anos

O Sindicatos dos Bancários de Jequié e Região está completando neste mês de agosto 35 anos de refundação pós Regime Militar. Ao longo desses anos foram muitos os obstáculos superados e tantos outros objetivos conquistados.

Em maio de 1961, os bancários de Jequié começam a se organizar com a criação da Associação Profissional dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Jequié, que foi presidida por João Eugênio Pereira Rodrigues, de saudosa memória. Em 11 de novembro de 1961, em uma assembleia convocada e presidida pelo presidente da associação, João Eugênio, teve como pauta a transformação da associação em sindicato, aprovação dos seus estatutos sociais e eleição da diretoria para dirigir a entidade no biênio 1962-1963. Sendo o seu primeiro presidente, João Eugênio Pereira Rodrigues, funcionário do Banco do Brasil. Constituía assim, o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Jequié.

Selo Comemorativo

Em 25 setembro de 1963 foi eleita a diretoria que dirigiria a entidade no próximo biênio. Esta diretoria foi presidida pelo saudoso companheiro Alfredo Pereira Batista, funcionário do Banco do Nordeste do Brasil.

Em 11 de abril de 1964, o sindicato sofreu intervenção das forças militares, ficando o sindicato como extinto e o seu presidente chegou a ficar na clandestinidade por um mês e, quando retornou para o banco para tomar posse, foi preso por um período de 60 dias.

Em novembro de 1965, por iniciativa de Álvaro Paes, funcionário do Banco do Brasil, tentou-se reorganizar o sindicato e, convocada a eleição, foi eleito presidente, Manoel Antônio Ribeiro, funcionário do Banco do Brasil, neste período o sindicato não teve vida e se esvaiu no tempo e no espaço. Em 1970, surgiu uma nova tentativa de recomeço com a reeleição de Manoel Antônio Ribeiro, mas a associação não teve continuidade. Só em 1982, por iniciativa do saudoso companheiro Antônio Soares Pereira, funcionário do Banco do Estado da Bahia – BANEB, foi criada novamente a Associação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Jequié, que foi presidida por ele. Dois anos após, em 30 de junho de 1984, em assembleia geral, foi aprovada a transformação em sindicato.

A primeira eleição do sindicato se deu em 13 de novembro de 1985, tendo como presidente o saudoso companheiro, Antônio Soares Pereira, que permaneceu no comando da entidade até 1991. Para o mandato de 1991-1993 foi eleito o companheiro, Joaquim Ferreira Neto, funcionário do Banco do Brasil; em 1994 o sindicato foi presidido pelo companheiro, Aldemir Celso Andrade Argolo, funcionário do Banco Econômico, reeleito como presidente para os mandatos de 1997-2000, 2000-2003, 2003-2006. Para o mandato de 2006-2009, foi eleito o companheiro Marcel Cardim Santana, funcionário do Bradesco. E em 2009 retorna à presidência o companheiro Aldemir Celso Andrade Argolo, que exerceu o mandato de 2010-2013. Atualmente a presidência é exercida por Marcel Cardim Santana, com mandato até 31 de janeiro de 2019.

Semana do Bancário 2017

Para comemorar essa história de luta e resistência, o Sindicato dos Bancários de Jequié e Região lançou um selo comemorativo dos seus 35 anos e uma programação de atividades intitulada Semana do Bancário e da Bancária, onde consta, encontro com bancários e bancárias da base, palestra sobre a Reforma Trabalhista, lançamento de livro sobre os Bancários e um desafio de Futebol Société.

Por todas as dificuldades vencidas e por todas as lutas diárias, a Direção do Sindicato parabeniza e agradece a todos os companheiros e companheiras que, juntos, construíram a história do Sindicato. “Comemoramos e nos aprimoramos diariamente, sempre olhando para nossa trajetória, com a certeza de que só quem luta conquista”, festejou Marcel Cardim, presidente do Sindicato.